8
fev
2015
Confira minha entrevista exclusiva com o estilista Victor Dzenk

Please enter banners and links.

Victor (1)Estilista Victor Dzenk 

Nesta última semana tive oportunidade de bater um papo com o estilista Victor Dzenk e aproveitei para fazer uma entrevista exclusiva para o blog, onde ele fala como surgiu o interesse pela moda.

Simone Cury: Como foi sua experiência em apresentar sua coleção pela primeira vez no SPFW?                                                                                                                                   Victor: Após desfilar em mais de 20 edições de Fashion Rio, poder mostrar minha coleção na SPFW é muito importante para o currículo da marca, afinal estamos falando da plataforma de lançamento mais importante da América Latina.

Simone Cury: Descreva Victor Dzenk em três palavras.                                         Victor: Dedicado – Focado – Disciplinado

Simone Cury: Quando surgiu o interesse pela moda?                                                  Victor: Desde minha adolescência, quando via minha mãe costurar e no pé da máquina dela eu já sabia o que eu queria pra mim e também já dava palpites para os outros da família e parentes próximos.                                                                                                                                                 Com 15 anos fiz meu primeiro curso de técnicas de desenho e croquis, logo em seguida já estava empregado em uma loja de tecidos de Belo Horizonte, onde tive meu primeiro contato com tecidos e com clientes exigentes…logo após trabalhei pra várias marcas mineiras e em 1998 lancei a Victor Dzenk no extinto BH Fashion Week.

Simone Cury: De onde vem as inspirações das estampas?

Victor: 

Para criar minhas estampas eu vou ao meu banco de imagens (a partir de fotos feitas por mim pelo iPhone ou máquina), pesquisas da internet, viagens feitas, etc.

Me inspiro em nossa cultura e na exuberância da mulher tropical brasileira!

Simone Cury: O que você sente ao ver suas peças em novelas da GLOBO?

Victor: É muito bom ver minhas criações na TV, eventos importantes com celebridades, desenvolver figurinos para cantoras e cinema, isso reflete o reconhecimento da marca e também a seriedade como encaro essa vertente do meu trabalho.

Simone Cury: Você já criou algum look conceito que tenha te deixado preocupado antes do lançamento?

Victor: Os looks conceito sempre são preocupantes…até mesmo porque nem sempre o olhar do outro ao ver é o mesmo que temos ao fazer essa roupa…acredito que cada vez mais a moda está se aproximando da realidade e os looks conceito estão cada vez mais sumidos das semanas de moda, sinal de que temos que fazer moda pra vender e não somente pra criar atmosferas de sonho!

Simone Cury: Suas criações para o Inverno/2015, foram inspiradas nos Cavalos Mangalarga Marchador. Como você chegou a esse mundo country?

Victor: Nasci em Belo Horizonte mas fui criado em Lagoa Santa e em nosso sítio temos animais e passei toda minha vida dentro desse universo. Quando a Associação do Cavalo Mangalarga Marchador me convidou para fazer uma ilha de “Homewear” para a Nacional do Manga Larga em 2014…eu me aprofundei mais nos aspectos dessa raça e do universo equino…dai para virar coleção foi inevitável…o cavalo é um animal encantador…tem a força e a beleza… elementos fundamentais que procuro pra criar minhas roupas! Finaliza.

9W0A9278Simone Cury e Victor Dzenk – Foto: Márcia Conde