15
dez
2014
Marmita no avião é tendência para as viagens de final de ano

Comida saudável nos voos se torna opção para quem quer manter a dieta nas férias

Com as viagens de final de ano se aproximando, os brasileiros que prezam por uma alimentação saudável em qualquer ocasião já podem apostar em uma solução que permite evitar a comida de avião. As marmitas, uma tendência cada vez maior no país, são aceitas em voos nacionais e representam uma opção personalizada para comer bem. A BENTO STORE, primeira empresa do mundo dedicada à portabilidade de refeições e bebidas, conta com diversas opções de lunchboxes, lunchbags e acessórios perfeitos para levar o almoço, jantar ou lanche no avião.

Dependendo da duração do trajeto, é possível preparar um sanduíche leve com pão integral, levar frutas picadas e granola, ou preparar uma refeição natural, equilibrando os nutrientes certos para chegar ao destino bem alimentado e disposto. Para manter tudo fresco, a dica é usar sacolas térmicas que deixam os ingredientes conservados por até 10 horas e ainda evitam vazamentos. Conheça abaixo uma seleção de produtos da BENTO STORE ideais para usar nessas ocasiões:

Lanches portáteis
O Lunchpot (R$ 155) é um recipiente compacto, que une dois potes com selamento perfeito. Ele permite separar o iogurte das frutas ou a salada do molho. Traz ainda uma forkspoon (colher/garfo) acoplada para facilitar o manuseio. Como a falta de espaço nas aeronaves é um problema constante, outra boa saída é a Monbento Lib (R$ 145), que transporta cereais e sopas com um design de parede dupla, projetado para ser manuseado confortavelmente com uma única mão. Se a ideia for levar um sanduíche, cookies integrais ou frutas na bolsa de mão, o Boc’n’Roll (R$ 95), feito de tecido tecnológico, se adapta a diferentes formatos, protege a comida e ainda se transforma em jogo americano.

242410_464601_lunchpot

Lunchpot R$ 155,00

242410_464584_monbento_lib_r_145_00Monbento Lib R$ 145,00

242410_464600_bocnrollBoc’n’Roll R$ 95,00

Para almoçar ou jantar nas alturas

Com a lunchbox certa, é possível separar os alimentos e mantê-los intactos até a hora da refeição, mesmo que seja nas alturas. Um exemplo de marmita prática é a Lex’n’Go (R$ 140), feita de silicone de alta qualidade, com dois compartimentos e talher multifuncional acoplado. Quando vazia, ela pode ser dobrada e fica da metade de seu tamanho original. A Box Appetit (R$ 170) é outro exemplo de design – permite dividir diferentes alimentos, inclui garfo/faca e ainda traz recipiente para molhos em sua tampa. A MB Original (R$ 185) já é um clássico entre os adeptos das marmitas – seu acabamento soft touch, a possibilidade de personalizar as divisões internas e aproveitamento máximo dos espaços a tornam ideal para comer bem em qualquer  viagem.

242410_464585_lexngo_lunch_box_orangeLex’n’Go R$ 140,00

242410_464586_black_blum_box_appetit_orange24

Box Appetit  R$ 170,00

242410_464587_mb_original_pinkMB Original  R$ 185,00

Sacolas de viagem para os alimentos
As bolsas da PacktIt vêm em formatos diversificados, com compartimentos internos, e estampas charmosas que conquistam fãs ao redor do mundo. Outro detalhe que faz toda a diferença é seu gel refrigerador patenteado que mantém a comida conservada por até 10 horas. O modelo Salad Cooler (R$ 110) é ótimo para abrigar uma refeição ou sanduíche. Quem vai viajar para a praia, pode se inspirar nas resistentes roupas dos surfistas feitas de neoprene – material que da lunchbag OMAMI (R$ 185). Seu formato flexível permite adaptação ao conteúdo, é isolante, leve e totalmente lavável. Mas, se a ideia é fazer muitos piqueniques nas férias, a Eat’n’Out (R$ 185) é a compra certa. Resistente, dobrável e compacta, ela se abre e se transforma em uma superfície limpa para comer em qualquer lugar – incluindo o avião. Possui também um bolso interno para armazenamento adicional de utensílios.

242410_464589_salad_coolerSalad Cooler R$ 110,00

242410_464596_omami_lunchbag_blackOMAMI R$ 185,00

242410_464598_eatnoutEat’n’Out  R$ 185,00

Em expansão pelo Brasil, a BENTO STORE conta hoje com lojas no Rio de Janeiro (Shopping Leblon e BarraShopping), Recife (Shopping RioMar) e São Paulo (Shopping Iguatemi) e na flagship dos Jardins. A marca também vende para todo o país através de sua loja on-line: www.bentostore.com.br.

Facebook: www.facebook.com/bentostore
Instagram: @bentostore
#letsbento #vamosdebento #ilovebento #tobemtobemtobentoevoce

0


11
ago
2014
Alimentação Escolar Saudável

As mamães costumam ter dúvidas quanto ao que oferecer nos lanches para as crianças, e com a volta às aulas este pode ser um assunto de interesse. Algumas escolas oferecem refeições, e neste caso, devemos procurar sempre saber o que está sendo servido. Além disso, devemos ter à disposição opções de lanche saudáveis para que as crianças levem nas escolas, ou para que elas consumam no período de lazer.

frutasÉ importante lembrar que o lanche serve para repor as energias da criança no intervalo das aulas e/ou das brincadeiras. Por isso, esta refeição no meio da tarde ou da manhã precisa ter alimentos que forneçam energia, como frutas, bebidas (água de coco, sucos naturais) e biscoitos, pães ou bolos integrais.

Devemos evitar que as crianças se acostumem a comer nas cantinas escolares. É sempre melhor levar um lanche de casa. Embora as escolas e cantinas hoje já estejam mais preocupadas com a qualidade dos alimentos que servem para as crianças, ainda há grande quantidade de alimentos gordurosos (diversas opções de salgadinhos fritos, sorvetes, chocolates) e ricos em açúcar (balas, doces, refrigerantes e sucos industrializados).

sand_natural_frangoTambém é fundamental que a lancheira seja uma continuação da mesa familiar. Os pais precisam dar bons exemplos, compartilhando com os filhos o consumo diário de frutas, verduras, legumes, alimentos integrais e que evitem as frituras, fast foods, doces e refrigerantes. A alimentação da criança é reflexo do que os pais comem em casa e um lanche saudável na escola não vai ser bem aceito pela criança se em casa a alimentação não for saudável.
Algumas opções saudáveis, além das frutas (banana, maçã, uva, pêra, ameixa) são cenouras cruas ou cozidas cortadas em palitos e guardados em potinhos dentro da lancheira. Esses alimentos podem ser combinados com água de coco, sendo feita a utilização de garrafas térmicas.

Veja mais algumas dicas:

Invista nas frutas:  sempre uma ótima opção mas, tome cuidado com o seu armazenamento. Uma dica é embalar no papel toalha ou plástico as frutas mais sequinhas e com casca como: banana, maçã, tangerina ou pêra. Para as frutas pequenas ou que amassam facilmente, como o morango, a uva, a cereja, coloque em um potinho para não prejudicar a aparência, já que primeiro comemos com os olhos. E para as crianças, imagem é tudo! Existem ainda as frutas desidratadas que também são ótimas opções.

Utilize pãezinhos com patê caseiro: use pãezinhos, de preferência integral. Tem bisnaguinha integral, mini pão sírio integral, mini pão francês integral, mini pão multigrãos. Outra ótima opção é fazê-los em casa, utilizando farinhas integrais. Para o recheio: patê caseiro de ricota com linhaça ou chia; queijo branco com cenoura; peito de peru com tomate e requeijão; antepasto de abobrinha com alecrim ou orégano; geléia de fruta (de preferência caseira). Cuidado com o uso de requeijão e maionese nos lanches, pois podem estragar, devendo estes alimentos ser evitados. Uma boa substituição é a pasta de ricota.

Utilize legumes: Os legumes também podem ser utilizados como variação, como por exemplo o tomatinho cereja, a cenoura e o pepino cortados na forma de palitinhos.

iogurtePrefira os iogurtes: rico em proteínas e cálcio, importante para a saúde dos ossos e dentes. Mas temos que ter alguns cuidados, já que é um alimento muito perecível. Deixe para tirar da geladeira próximo do horário de ir para a escola, colocando em lancheira térmica. E não arrisque colocar na lancheira do seu filho nos dias de muito calor!

Use da água de coco: A água de coco de caixinha é uma opção para os dias de calor. Além de hidratar, ela tem muitos minerais. É mais recomendada que os sucos de caixinha.

sucosEvite sucos de caixinha: Estes sucos de caixinha tipo néctar são riquíssimos em açúcar, assim como os refrigerantes. O suco de fruta natural é sempre a melhor opção. Uma segunda sugestão seria os sucos de polpa congelada. Mas devem ser colocados em uma garrafinha térmica, pois ela protege da luz e da temperatura e isso impede que o suco fique oxidado, o que deixaria com um sabor azedo. Apesar de alguns estudos mostrarem que há uma redução de vitamina C após 4 horas do preparo, os sucos de maracujá, acerola e abacaxi, sofrem menor oxidação e não alteram seu sabor por até 6 horas. Por isso, prepare o suco perto do horário de ir para a escola. Para adoçar, utilize pouco açúcar. E para alguns sucos, como o de laranja, não é necessário adoçar.

Cuidado com bolinhos industrializados: são ricos em açúcares e gorduras. Faça opção por bolos caseiros (de preferência os que levam frutas/legumes) tais como: bolo de laranja, limão, cenoura ou fubá.

20131022150841698915oEvite biscoitos recheados:  ricos em açúcares e gorduras, por isso prefira sempre biscoitos sem recheio assim como os tipo maria, maisena ou água e sal. Cookies integrais também são boas opções. Elas também podem ser feitas em casa, no final de semana junto com a criança para levar na escola durante a semana. Trazer as crianças para dentro da cozinha, melhora muito a aceitação dos alimentos!

Mariana Assad
Nutricionista – CRN3: 30.802
Mestre em Ciências Médicas
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Universidade de São Paulo

Volte sempre e até o próximo post!!! 

0


27
jun
2014
Festas Juninas, de bem com a balança? Como assim?

calorias-quitutes-festa-junina

Típicas do mês de junho, as festas “juninas” são tão queridas pelos brasileiros que algumas se iniciam em maio e se estendem até julho ou agosto. Assim, a chance de você ir a diversas festas com o tema Junina é enorme! Mas, não podemos deixar de nos preocupar com o elevado teor calórico de algumas preparações típicas (e não típicas) destas festas, como é o caso do pé de moleque, cocada, paçoca, algodão-doce, cachorro-quente, acompanhados de vinho quente, quentão, refrigerantes e cervejas.

            A maioria destes alimentos são ricos em calorias, açúcares e gorduras podendo levar ao aumento do peso se consumidos em excesso. Por isso, se você pretende ir a diversas festas juninas, tenha cautela.

milho

Alimentos como milho, abóbora, arroz e amendoim, sozinhos não oferecem riscos a sua dieta, o problema é que na maioria das vezes eles estão acompanhados de açúcar, creme de leite, manteiga, leite de coco, coco e leite condensado.

Alimente-se de forma saudável e equilibrada antes de ir para a festa, faça refeições de 3 em 3 horas e abuse das verduras e legumes nas refeições principais (almoço e jantar). Assim com certeza você comerá menos durante a festa. E como a maioria das festas acontece a noite, o ideal é que substitua o seu jantar por uma das preparações salgadas: o caldo verde (sem calabresa) e o churrasquinho no pão são ótimas opções. Para a sobremesa, escolha somente uma das opções e modere na quantidade.

caldo-verde

Os melhores alimentos que podem estar disponíveis são: milho verde, pipoca, caldo verde (sem calabresa), churrasquinho de carne ou frango, e bolo de fubá. Mas lembre-se, moderação sempre!

Confira a média de calorias de alguns alimentos típicos:

pacoquinhaPaçoca ( 1 unidade de 30g): 114 cal
Arroz doce (porção de 50g): 115 kcal
Milho verde (porção de 50g): 60 kcal
Canjica doce (porção de 50g): 115 kcal
Um pedaço médio de bolo de fubá: 160 kcal
Pé de moleque (porção de 50g): 210 kcal
Uma porção de amendoim salgado: 250 kcal

As bebidas típicas, como quentão e o vinho, se tornam um problema pois normalmente são preparados com uma grande quantidade de açúcar. Se você adora quentão (feito com gengibre e especiarias como cravo e canela, que por sinal são excelentes alimentos) é melhor fazer em casa, controlando a quantidade de açúcar. E no vinho quente também, evite acrescentar açúcar. Se estiver com muita vontade, pegue um copo de quentão e divida com alguém. Mas se houver outras opções como suco natural ou água de coco, prefira estes últimos. Evite refrigerantes e a cerveja pois, como já dissemos, são bebidas muito calóricas.

Se você pretende ir a mais de uma festa, procure não consumir tudo em todas!! Faça escolhas equilibradas: um dia coma um caldo verde e de sobremesa uma porção de canjica; outro dia um churrasco e bolo de fubá. Mas, se você vai a apenas uma festa junina e quer experimentar vários quitutes, combine de dividir as porções com alguém (marido, namorado, filha, amiga). Defina também o que quer comer, por exemplo: cachorro quente, canjica, quentão, pipoca e paçoquinha. Assim você aproveita, com metade das calorias!

Com equilíbrio e moderação é possível aproveitar a festa e todas as suas delícias, sem sair da linha e evitando ganhar alguns quilinhos!

cart-12

 

 

Mariana Assad
Nutricionista – CRN3: 30.802
Mestre em Ciências Médicas
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Universidade de São Paulo

0


10
out
2013
Alimentos chave na dieta dos atletas

Olá gente linda!!!

Será que os atletas consomem os nutrientes necessários todos os dias?

Para que os atletas atinjam seus melhores resultados, a dieta tem um papel fundamental, afinal, são os nutrientes que o indivíduo ingere que irão proporcionar a força, velocidade e resistência que ele precisa para os treinos e também auxiliar na recuperação muscular e do organismo como um todo.

Saiba quais são os 10 alimentos amigos dos atletas:

1 – Leite e iogurte desnatados: Eles são ricos em: água, cálcio, proteínas de alta qualidade, vitamina A e D, fósforo, etc. Consuma pelo menos um copo grande de leite ou iogurte pela manhã e outro à tarde e/ou noite. Acrescente também em seus lanches intermediários queijos brancos e requeijão. Lembrando que, infelizmente, a gordura do leite é saturada, então troque os laticínios pelas versões desnatados/light.
2 – Banana: A banana é uma fruta rica em carboidratos, vitaminas do complexo B e potássio. É ótima opção para um lanche rápido, pois é rica em energia, apesar de não ser muito calórica. Ficará mais nutritiva se consumida com algum cereal (aveia, granola, linhaça) e mel. Ótimo lanche pré-treino.

3 – Peixes: Carne branca, leve e de fácil digestão. Sua gordura é boa e necessária ao organismo. A proteína do peixe é facilmente digerida e utilizada. Se você não consegue consumir porções de peixe pelo menos 3x por semana, se necessário faça uma suplementação com cápsulas de ômega 3.

4 – Aveia: Carboidrato de baixo índice glicêmico, ou seja, demora mais para virar glicose no sangue e evita acúmulo de gordura. Rica em energia, fibras, vitaminas e minerais, a aveia consegue enriquecer qualquer receita e torná-la mais saudável. Utilize no pré-treino ou antes de dormir para que a energia seja prolongada.

5 – Azeite de oliva: Rico em gorduras monoinsaturadas, aquelas consideradas boas e que não se acumulam como gordura localizada e/ou nas artérias. As gorduras monoinsaturadas fornecem energia, produzem hormônios e dificilmente farão a pessoa engordar. Também possui vitamina E, um antioxidante poderoso para quem faz atividade, evitando que as células sejam danificadas. Consuma todos os dias na salada, sobre o pão ou em torradas.

6 – Peito de frango: Fonte de proteína magra, com alta concentração de proteína por porção, fácil digestão e rápida absorção. O ideal é consumir peito de frango grelhado, ou ao molho de tomate, nunca frito, à parmegiana, à milanesa, etc.

7 – Oleaginosas: As gorduras das oleaginosas são boas e raramente se acumulam como gordura localizada, desde que você consuma 1 palma de mão em forma de concha ao dia. Aproveite para consumi-las nos lanches pré-treino, antes do dormir ou quando bater aquela vontade de comer salgadinhos, lanches ou biscoitos. Faça um mix com amendoim, amêndoas, castanha de caju, castanha do Pará, macadâmia e avelã.

8 – Batata doce: A batata doce é um alimento rico em fibras, e sua liberação de energia no sangue é mais lenta do que os outros tipos de batata, por isso é tão usada no meio esportivo. Ela é uma boa estratégia para quem necessita aumentar carboidratos em seus cardápios e não quer ganhar gordura abdominal. Consuma-a no pré-treino.

batata-doce

9- Chá verde: Pode ser consumido na forma de chá ou em cápsulas. O chá verde é um potente antioxidante. Seus maiores benefícios são a melhora da concentração e o fornecimento de energia durante os treinos. Consuma-o diariamente.

10- Ovos: Estudos revelam que os ovos não fazem mal à saúde, nem engordam, ou aumentam o colesterol. Realmente a gema possui uma quantidade significativa de colesterol, porém, o que aumenta o mesmo é a gordura saturada e o ovo não possui muito. Sem contar que a clara é 0% gordura e rica em proteína (albumina). A albumina é uma das melhores proteínas de origem animal. Faça omeletes, ovos cozidos e mexidos, principalmente à noite, afinal, a albumina é digerida e liberada de forma lenta.


Todas as pessoas ativas devem ser adeptas à reeducação alimentar, que deve ser orientado por um nutricionista.

Agora que você já conhece alguns alimentos chave na dieta dos atletas, é só ter força de vontade e conquistar o corpo que sempre desejou.

Simone Cury

CRN3: 34.195 – Nutricionista

 Volte sempre e até o próximo post!!! 

0


27
jul
2013
Sanduíche de Frango Light

Olá Pessoal.

Achei esse lanche super legal para quem está fazendo regime ou deseja comer um lanche natural com poucas calorias.  É uma receita que vem do sul do Brasil. Encontrei em um site de culinária, do qual, você pode acessá-lo pela fonte no final desse post.

sanduiche-de-frango-light-

Ingredientes

  • 1 kg de filé de frango
  • 200 gramas de cenoura ralada
  • Alface
  • Tomate
  • 2 pacotes de pão de forma

Ingredientes para o Creme

  • 400 g de cottage
  • 1 colher de chá de molho inglês
  • Sal
  • Pimenta do reino
  • 1 ovo cozido
  • ½ xícara de suco de limão

Modo de Fazer

  • Tempere e cozinhe o frango. Assim que o frango estiver cozido comece a desfiar. Em uma tigela, misture o frango desfiado com a cenoura e a maionese.
  • Para fazer o recheio é só misturar todos os ingredientes em um liquidificador e aguardar, até que vire uma pasta. Deixe descansar na geladeira por uma hora.
  • Depois, é só pegar o pão de forma e rechear com o frango e o creme.
  • Bom apetite!

Fonte: Culinária.Cultura Mix

qrcode (1)Simone Cury

CRN3 – 34.195

Nutricionista

0