15
jul
2013
O que devo fazer, comer menos ou malhar mais?

malhar-e-comerFoto: Google Imagens

Olá Garotas.

Resolvi escrever um pouco para vocês sobre essa dúvida cruel que a maioria de nós temos. Você já deve ter se perguntado faço meu treino certinho mas continuo com o mesmo peso? Saiba que você não é uma exceção.

Muitas pessoas se deparam com essa situação, o que esta acontecendo?!? Na maioria das vezes a falta de resultados está relacionado a uma alimentação inadequada.

Fala sério quem nunca comeu a mais do que devia e, mentalmente, dizer a si mesma que depois vai malhar mais ou fazer um tempo maior de aeróbico? A armadilha é achar que a quantidade de calorias ingeridas é a mesma quantidade de calorias que gastou durante o treino e assim em diante ir se permitindo extravasar.

 “Sei que não é novidade para ninguém, mas sempre é bom lembrar que a melhor alternativa para perder peso é aliar uma alimentação equilibrada à prática de atividade física regular. Muitas vezes, só de melhorar a qualidade dos alimentos que se coloca no prato já leva à perda de peso e de medidas”.

gluteosFoto: Google Imagens

Não pense que porque você pratica atividades físicas pode comer a quantidade e o que quiser. “Carboidratos são diferentes de proteínas, que são diferentes de gorduras e que se diferem em tipos de calorias. Para termos um bom resultado com a dieta e com os exercícios, é preciso trabalhar de forma segura e eficiente para conseguir atingir o nosso objetivo, levando em conta a diferença de cada um, como estilo de vida entre outros fatores. Para ter um melhor e mais rápido resultado, não adianta apenas fazer dieta e exercícios de qualquer maneira.

Antes de tudo é essencial fazer uma avaliação física e nutricional, onde cada caso deverá ser analisado individualmente e adequadamente. Para emagrecer saudavelmente, não adianta ficar sem comer ou comer poucas vezes ao dia. Isto torna o seu metabolismo mais lento. Fazer dieta da moda também não é a melhor solução para se seguir. Para ter melhores resultados nos treinos, você tem que comer, e várias vezes ao dia.

alimentaçao-saudavel(1)(1)

Fazendo uma alimentação correta, os efeitos do treino irão aparecer rápido na pele, no bumbum, nas coxas, nos braços e por aí em diante —, pequenas mudanças de hábitos também contam, como fazer escolhas certeiras antes e depois de ir à academia.

Nunca vá a academia sem antes comer algo, pois devemos fornecer combustível ao nosso organismo. Uma boa dica é comer uma fruta aliada a uma fibra, pois desta forma a glicose da fruta será liberada aos poucos. Ex. (01 banana + 01 colher de sobremesa de chia). Após o treino: lanches de pão com peito de peru, iogurte natural com cereal integral ou goji berry ou chia, frutas secas  e castanhas, ou leite de soja batido com fruta e flocos de quinoa.

Observação: “Essas são apenas dicas, como mencionado acima cada alimentação e porção é individualizada de acordo com o treino“.

Importante: “Saiba que seus músculos precisam de água! O líquido é fundamental para o rendimento nos exercícios porque facilita o transporte de nutrientes essenciais para a contração e o relaxamento das fibras durante o treino e alongamento.”

agua

GASTO CALÓRICO DA ATIVIDADE EM KCAL POR HORA OU POR MINUTO

(Calculado para uma pessoa de 70 kg)

Andando de bicicleta 180 a 300/hora
 
Balé 8 kcal/min
 
Basquete 10 kcal/min
 
Beijando 8 kcal/min
 
Beijar e fazer carícias 60 kcal/hora
 
Boxe 11 kcal/min
 
Caminhada 5,5 kcal/min
 
Caminhando rápido 520 kcal/hora
 
Caminhar devagar 240 kcal/hora
 
Carregando bebê 141 kcal/hora
 
Capoeira 12 kcal/min
 
Ciclismo 6 kcal/min
 
Compra no Supermercado 270 kcal/hora
 
Corrida 10 kcal/min
 
Corrida 500 a 900 kcal/hora
 
Cozinhar 168 kcal/hora
 
Dança de Salão 3,5 kcal/min
 
Dançando rápido 605 kcal/hora
 
Deitado 77 kcal/hora
 
Digitando 95 kcal/hora
 
Dormindo 60 kcal/hora
 
Escrever 10 a 20 kcal/hora
 
Esqui aquático 11 kcal/min
 
Esqui na neve 7,5 kcal/min
 
Estudar 120 kcal/hora
 
Exercício leve 310 kcal/hora
 
Falando ao telefone 85 kcal/hora
 
Fazer amor 190 kcal/hora
 
Ficar de pé 130 kcal/hora

 

Futebol 9 kcal/min
 
Ginástica aeróbica 6 kcal/min
 
Ginástica olímpica 6 kcal/min
 
Golfe 3 kcal/min
 
Handebol 10 kcal/min
 
Hidroginástica 6 kcal/min
 
Jiu-jitsu 12 kcal/min
 
Jogando vídeo game 108 kcal/hora
 
Jogar futebol 580 kcal/hora
 
Judô 12 kcal/min
 
Lavar louça 60 kcal/hora
 
Limpeza de casa 300 kcal/hora
 
Mountain bike 12 kcal/min
 
Musculação 5 kcal/min
 
Natação 9 kcal/min
 
Natação 500 kcal/hora
 
Pintar casa 160 kcal/h
 
Remo 11 kcal/min
Squash 13 kcal/min
 
Subir escada 1000 kcal/hora
 
Surfe 8 kcal/min
 
Tênis 8 kcal/min
 
Trabalhar leve em pé 150 kcal/hora
 
Trabalho mental casa 60 kcal/hora
 
Vôlei 6 kcal/min
 
Windsurf 7 kcal/min

 

Fonte da Tabela: Bem Estar.

Aproveitem as dicas! Beijos a todos.

Simone Cury

Nutricionista – CRN3: 34.195

0


28
jun
2013
GINÁSTICA FACIAL – SUAVIZA RUGAS E REJUVENESCE
Ginástica Facial – Fonoaudiologia que suaviza RUGAS e REJUVENESCE a face
Mais uma vez a Academia Fit Mulher se antecipa às necessidades do mercado e lança uma aula só para a musculatura do rosto.
Ginástica FaciaImagine prevenir ou até mesmo atenuar o efeito daquelas ruguinhas ou marcas de expressão indesejáveis?
Pois é, isso já é possível graças a fonoaudiologia estética, um novo tipo de tratamento apelidado de “musculação da face” onde a paciente/aluna exercita, alonga e relaxa a musculatura.
Nova especialidade recomendada para mulheres a partir dos 30 anos, que queira prevenir ou diminuir os efeitos do envelhecimento.
Atividade de baixo custo financeiro, não agride a pele,  promove auto-estima e ainda oferece ótimos resultados.
Agende uma aula experimental gratuita.
Toda sexta-feira das 9h às 10h.
Informações: (16) 3371.2631 / 3413-7377
www.academiafitmulher.com.br
0


26
jun
2013
Alimentos que Curam

Olá Pessoal,

na última quarta-feira (20-06), fui ministrar uma palestra no Collegium Sapiens, da qual o tema abordado esse ano foi ALIMENTOS QUE CURAM. Expresso aqui meu profundo agradecimento ao Collegium Sapiens, que mais um ano me deu a honra de receber esse convite para ministrar esta palestra aos alunos do 8° Ano, da cidade de São Carlos (SP). E logicamente agradecer a Professora Edna Passador e aos alunos presentes, por me proporcionarem mais este momento de encontro e reflexão sobre nutrição.

Como o tema é muito interessante, vim compartilhar com vocês do blog alguns itens abordados na palestra.

529477_565331143488563_1638129445_n

“Faça do seu alimento o seu medicamento” (Hipócrates)

Hipócrates já afirmava há 2400 anos que: “As doenças originavam-se da natureza e por ela poderiam ser curadas, quando se estabelece um equilíbrio entre meio ambiente, alimentos ingeridos e espírito”.
A estreita relação que os alimentos têm com a saúde do organismo e com o estilo de vida, é estudada ao longo de muitos anos e hoje já está bem estabelecida. Adotar bons hábitos alimentares ao cotidiano é imprescindível para qualidade de vida com longevidade.

Muitas doenças que acometem os seres humanos podem ter origem ou serem agravadas por uma alimentação inadequada. Apenas as doenças infectocontagiosas é que escapam dessa afirmação. Mesmo nesse caso, uma alimentação equilibrada e baseada em valores nutritivos proporcionados pelos alimentos naturais, frescos e saudáveis, ajudam as pessoas a se recuperarem mais depressa.

Salgadinho, sorvete, chiclete, hambúrguer, chocolate, jujuba, pizza, refrigerante. Tudo delicioso. Mas uma dieta baseada apenas nesse tipo de alimentação não faz nada bem.

Embora os açúcares e as gorduras contribuem para o funcionamento do corpo humano, quando você ingere esses nutrientes em excesso – com prejuízo dos alimentos que são fontes proteínas, vitaminas e sais minerais -, seu organismo sente as deficiências.

junk-foodImagem: Ilustrativa

Comer e beber corretamente significa balancear o cardápio de alimentos energéticos, construtores e reguladores – incluindo frutas, verduras, legumes, leguminosas, cereais, massas, carnes, ovos, leite e água. Cada grupo exerce tarefas  específicas para o seu crescimento e bem-estar físico.

Grupos alimentares e suas funções

Alimentos Energéticos Extras: 

Incluem gorduras, óleos e os açúcares adicionais (doces em geral e açúcar de mesa). As gorduras e os óleos são encontrados, principalmente, em produtos como margarina, manteiga, óleo vegetal e azeite de oliva.

Fornecem vitaminas A, D, E e K, importantes para o metabolismo. Por terem um alto teor de energia, seu consumo deve ser moderado. Evite frituras, salgadinhos ou doces à base de cremes – eles levam gordura excessiva ao organismo. As gorduras e óleos não devem ultrapassar 30% do valor calórico da dieta. Os açúcares também precisam ser consumidos com moderação.

Alimentos Construtores:

Leite e derivados, carnes, peixes, ovos, feijão, grão de bico, lentilha, soja etc. Fontes de proteína, constroem e renovam as células do corpo. Agem na formação e na conservação de tecidos (cabelo, músculos, órgãos, sangue e pele). Devem compor até 15% do valor calórico da dieta.

Alimentos Reguladores:

Verduras, legumes e frutas. Ricos em sais minerais, vitaminas e fibras. Auxiliam a digestão e a absorção de nutrientes, aumentam a resistência contra infecções, promovem o funcionamento do intestino e atuam em diversas outras funções do organismo.

Alimentos Energéticos:

Arroz, massas, pães, cereais, farinhas e tubérculos como a batata e a mandioca. São a base da pirâmide: constituídos basicamente de carboidratos, fornecem a maior parte da energia de que precisamos. Devem compor de 50 a 60% do valor energético da dieta.

ALIMENTOS QUE CURAM

O poder dos alimentos para manter a saúde é comprovado, mas nem sempre a gente valoriza o que põe no prato. Problemas como insônia e TPM podem ser aliviados com o cardápio certo.  “Como cada organismo é único, nem todos reagem da mesma maneira. Se os sintomas persistem, o acompanhamento médico é indicado para individualizar o tratamento.”

Renite Alérgica

Ambientes fechados ou floriculturas são armadilhas para os alérgicos. O acúmulo de pó e o pólen das flores provocam espirros e coriza porque a mucosa nasal inflama e produz secreção para proteger o organismo. A minha indicação é o consumo de abacaxi e agrião. “Chamamos de alimentos mucolíticos: possuem substâncias que quebram o muco e facilitam a respiração.”

Azia e Gases

Uma xícara de chá de alecrim pela manhã reduz sintomas de azia. As propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias da erva protegem a mucosa estomacal. O alecrim ou espinheira-santa em infusão são ótimos para aliviar gases.

Colesterol

A maçã tem pectina, fibra que auxilia na diminuição do colesterol plasmático, um dos principais responsáveis por problemas cardiovasculares. E uma colher de aveia no cardápio diminui a absorção de gorduras e favorece sua eliminação. Mas, o colesterol alto exige corte de gorduras. Elimine frituras e troque o leite integral pelo desnatado, por exemplo.

Hipertensão

Entre os fatores que podem provocar o aumento da pressão arterial, está a rigidez da parede das veias, dificultando a circulação sanguínea. Cigarro, stress, excesso de gordura e de sal podem disparar o problema. Aconselho a controlar o consumo de sódio, lembrando que “o sal está presente em alimentos industrializados e embutidos”. Morango, laranja e papaia são ricos em vitamina C, que contribui para estabilizar a pressão sanguínea e manter um alto nível do colesterol bom.

Cólicas

Uma xícara de chá de losna é a salvação para cólicas menstruais. A planta é encontrada em farmácias especializadas e tem óleos com capacidade anti-inflamatória e analgésica. Outra boa dica é o chá de arruda.

Intestino Preso

O segredo é ingerir fibras e muita água. Abóbora cozida, semente de linhaça, chia e brócolis são ótimas fontes. As folhas verde escuras, como escarola e almeirão, têm inulina, uma das fibras mais eficazes no estímulo da função intestinal. Para quem gosta de mingau, o farelo de aveia é uma opção. Uma das principais causa do intestino preso é a má alimentação. “Troque salgadinhos e doces, por frutas, hortaliças e cereais.”

Desânimo

Pode parecer clichê, mas a melhor injeção de ânimo é um café da manhã completo. Uma mesa com cereais, fibras e frutas (frescas ou secas) pode ajudar a “acordar” a glândula suprarrenal, responsável pela regulação do cortisol, hormônio associado ao stress. Para estimular a oxigenação dos tecidos e garantir o entusiasmo, nas demais refeições inclua ferro e vitamina B, com alimentos como lichia e verduras de folhas escuras. A vagem é um excelente tonificante,  muito usado nos estados de fraqueza.

Tensão Pré-Menstrual – TPM

“Estudos comprovam os efeitos benéficos dos derivados da soja, como tofu, leite de soja ou missô, ingrediente da culinária japonesa, para suavizar as mudanças hormonais”, Uma boa sugestão é adicionar frutas vermelhas ao lanche. Os dois grupos de alimentos auxiliam no equilíbrio do estrógeno e amenizam os sintomas da TPM. Complementar a dieta com fontes de vitamina B6, como batata, banana e cereais integrais, além de cálcio, encontrado no leite e derivados, e magnésio, presente nas castanhas.

Depressão

“O regime alimentar, nesse caso, precisa servir como estímulo para a pessoa voltar à vida criativa”. A importância de investigar a origem do problema. Para evitar a falta de vitaminas e minerais, que acelera o processo depressivo, recomenda o consumo de frutas e aveia. A boa notícia para algumas pessoas é que chocolate amargo tem o mesmo papel. Ele contém anandamida, substância que diminui a sensação de tristeza e reduz os níveis de hormônio do stress.

Câncer

Evidências sugerem que o brócolis atua na prevenção de alguns tipos de câncer! Esse vegetal tem altas doses de vitaminas A, C e E, substâncias antioxidantes, capazes de combater radicais livres e, em contrapartida, prevenir tumores malignos, como o câncer de mama. Os radicais livres aumentam quando se consume muita gordura, o que pode alterar a reprodução celular e causar o aparecimento de células cancerosas. O vegetal tem também clorofila , que funciona como desintoxicante, fazendo uma limpeza natural no organismo.

Anemia

Anemia é carência de um ou mais nutrientes essenciais, seja qual for a causa dessa deficiência. Lentilha, espinafre, carne vermelha, couve, feijão e brócolis são primordiais para se evitar e tratar a anemia.

Dica:  Após as refeições principais que onde acontece a maior ingestão de ferro, associar junto a essa refeição alimentos ricos em vitamina C, exemplo suco de laranja e evitar tomar leite e seus derivados junto ou após a refeição.

Imagem1

image

imageSimone Cury e Edna Passador – Professora

imageAlunos 8° Ano – Collegium Sapiens

imageAlunos 8° Ano – Collegium Sapiens

image

sapiens

 COLLEGIUM SAPIENS SÃO CARLOS – UNIDADE I
Rua Quinze de Novembro, 1289
Centro . 13561-206
(16) 3412-5070

 COLLEGIUM SAPIENS SÃO CARLOS – UNIDADE II
Rua Quinze de Novembro, 1333 – Centro . 13561-206 – (16) 3412-5070

0


22
jun
2013
Bolo de banana funcional

bolo_banana_

 

Este bolo de banana é elaborado com ingredientes 100% naturais e é uma ótima opção para uma pequena refeição balanceada e saudável.

O grande diferencial é o uso de WHEY PROTEIN e o ÓLEO DE COCO EXTRA VIRGEM, tornando a receita balanceada com proteínas de alto valor biológico e gorduras saudáveis (TCM + as gorduras mono saturadas da castanha do Pará).

Conheça os benefícios nutricionais:

Rico em proteína de alto valor biológico
Fonte de gorduras saudáveis: TCM e monossaturadas
Rico em selênio, magnésio e potássio
Rico em fibras
Sem lactose

Ingredientes:

1 e 1/2 xícara de farinha de trigo branca
2 xícaras de farinha de trigo integral
1 xícara de açúcar mascavo peneirada
2 scoops (colher medidora) de Whey Protein sabor baunilha (preferencialmente isolado)
2 col. de café de bicarbonato de sódio
1 col. de café de sal
1 xícara de banana passa picada ou uva passa
1 col. de sopa de suco de limão
2 xícaras de banana nanica ou ouro amassadas (bem maduras)
2 col. de sopa de óleo de coco líquido (se estiver sólido, derreta por alguns segundos no microondas)
1/2 xícara de mel
1 xícara de suco de laranja
1 ovo inteiro
1/2 xícara de castanha do Pará ou nozes pecã picadas grosseiramente
1 forma de bolo inglês ou uma forma de tamanho médio untada com manteiga e farinha de rosca

Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno em temperatura média

Em uma bacia, junte os ingredientes secos e reserve

Em outra vasilha, misture os ingredientes líquidos com a banana passa , mexa bem e junte com a mistura seca, mexendo levemente, sem bater.

Coloque a massa na forma untada, salpique com as castanhas e leve para assar até que o bolo esteja dourado.

Composição nutricional por porção (1 fatia de 80g)

CALORIAS – 160 CAL
CARBOIDRATOS – 19 G
PROTEÍNAS – 6,5 G
GORDURAS – 5,0 G
FIBRAS – 1,2 G

Fonte: Na cozinha – Alessandra Luglio

0


14
jun
2013
Academia Pioneira em Dança do Ventre de São Carlos

FIT MULHER                   

ACADEMIA PIONEIRA EM DANÇA DO VENTRE EM SÃO CARLOS

Foto: Fit Mulher

A mulher que pratica a dança do ventre tem consciência de seu próprio corpo.

É um auto conhecimento que desperta amor próprio, trazendo à mulher segurança e confiança.

É uma ótima terapia mental e corporal, proporcionando relaxamento, oferecendo bem-estar físico e emocional.

Desenvolve a auto-estima, traz desenvoltura e desinibição.

A dança do ventre desperta a sensualidade e resgata a feminilidade. A mulher fica visivelmente mais atraente.

Essa dança trabalha com o alongamento total do corpo, o fortalecimento dos músculos, principalmente do abdomen, glúteos, pernas e braços.

Os quadris ficam arredondados e a musculatura é totalmente enrijecida. A coluna é alinhada, resultando em uma melhor postura e com isso maior sustentação do tronco.

Foto: Fit Mulher

Clique aqui e ouça à música Árabe – Azeem o Shaan Shahensh – Mohd. Aslam, Bonny Chakravarti

Os resultados: beleza, alegria, saúde e um corpo bem modelado.

Venha praticar a Dança do Ventre aqui na Academia Fit Mulher.

Ambiente agradável, acolhedor, próprio para resgatar a magia e elegância dessa dança maravilhosa.

Em junho, workshop gratuito… informe-se.

Mariana Savoy e Roberta Paíno
Professoras de Dança do Ventre há 15 anos.
Fone: (16) 3371.2631/3413.7377

www.academiafitmulher.com.br

0